Jornal

VINTE ANOS DA VOZ

Foi em Setembro de 2003 que nasceu a Voz Portuguesa, a primeira edição viu a luz do dia a 6 de Setembro, dentro do Citizen, já são passados 20 anos, parece que foi ontem que o “bebé” nasceu, e os mais cépticos criticaram o seu nascimento.
O tempo passa, por cá continuamos, com altos e baixos como acontece com tudo na vida, mas fiéis ao princípios propostos, divulgar a nossa Comunidade, e a Organização que lhe deu vida, o Fórum Português.


Já foi baptizado com alguns nomes como por exemplo o Jornal do Padre, do Ferreirinha, mas continua a ser a sua Voz Portuguesa, há relativamente poucos meses passou a designar-se só de Fórum Português por uma questão de secretaria, mas não foi do agrado geral, voltamos à grelha de partida e a dar-lhe o nome com que foi baptizado.
Como Voz ou Fórum, com um ou com outro nome, continua a ser o seu jornal que chega até si gratuitamente graças aos nossos anunciantes e ao esforço de quem está por trás de toda a Organização, Manny Ferreirinha.
Ao longo de duas décadas alguns colegas estiveram e partiram para outras actividades, alguns deles deixaram-nos marcados pela positiva, amigos, alguns longe que nos ajudaram a chegar até aqui, só um nos deixou definitivamente o nosso querido director Fernando Capão, esse continua onde quer que esteja a zelar pelo bom andamento, e que sabe… às vezes a zangar-se com o pessoal cá em baixo.
Aos nossos colaboradores, leitores anunciantes, alguns desde o seu nascimento, o nosso obrigado por acreditarem em nós, esperamos poder continuar a contar com o vosso apoio, por o nosso lado fica a promessa de cada vez mais tentarmos o nosso melhor, o que nem sempre conseguimos, isso nós também sabemos!
Em jeito de despedida ficam uns simples versos feitos há já alguns anos!


ANIVERSÁRIO
I
Lá vai a Voz Portuguesa
Que leva muito que contra
Trata assuntos com firmeza
E sem nunca vacilar
II
São 20 anos a andar
E a seguir sempre em frente,
Anda, anda, sem parar
Leva novas da nossa gente.
III
Nos lugares mais distantes
Ela chega sempre a até si,
Com notícias diferentes
Do que passa aqui e ali.
IV
Esta é nossa missão
São os nossos objectivos,
Informar com precisão
O que nos faz sentir vivos.
V
Já anda mais gordinho,
Com muito mais cabedal;
Mas continua ligeirinho
Voa que nem um pardal.
VI
Vai entregue por mão
P’lo correio e online, pois então.
Também vai de avião
Até à sua direcção.
VII
Temos contado consigo
Desde os primeiros passos
Cada leitor um amigo
Ligados por fortes laços
VIII
P’ra todos anunciantes
Vai a nossa gratidão!..
Um obrigado sentido
Do fundo do Coração.
IX
Não esquecemos de si
Que é um leitor certinho,
Vai um muito obrigado
Com abraço e um beijinho.
X
Tal como a Nau Catrineta,
Que levou muito que contar
Tem o Fórum por Piloto
E a Voz Portuguesa a remar

Idalina Henriques

Leave a Reply

Back to top button