SportSports Portugal

Porto-Sporting

Antes do clássico o tema era “aziado” pela saída de Alvalade de Matheus Nunes, os dois treinadores salientaram isso em entrevistas separadas

 â€œJá vi em muitos títulos que ando aziado, desta vez cabe ao Rúben [Amorim] um bocadinho isso… Mas de certeza que não preparou a equipa com essa azia, preparou-a o melhor possível estrategicamente para nos surpreender. O Matheus era um jogador importante na dinâmica do Sporting. Não estará ele, estará outro”, disse Sérgio Conceição.

Ao qual Rúben Amorim respondeu: 

“Se estou insatisfeito, claro que sim. Em relação à azia, o mister Sérgio Conceição, mesmo sendo campeão e ganhando títulos, está sempre muito mais aziado do que eu. Temos personalidades diferentes. Faz muita falta, não contava perdê-lo mas agora é preparar com os que temos.

Com um resultado de 3-0 favorável ao Porto  na terceira jornada da Liga. Naquele que foi o primeiro grande clássico da temporada, os dragões foram mais fortes com os tentos de Evanilson (42’), Uribe (78’ gp) e Galeno (86’ gp), perante uns leões que ficaram reduzidos a 10 com a expulsão de Pedro Porro (75’).

A Bola faz o resumo simples: “Uma expulsão: dois penaltis e um golo confuso”.

A terminar… mais uma defesa brilhante de Diogo Costa e mais um penálti, novamente para os dragões após um derrube de Adán sobre Galeno. O próprio Galeno fez o terceiro e fechou as contas do marcador num resultado pesado para o Sporting e uma segunda parte para esquecer.

Na semana que Amorim apelidou de “estranha”, dada a saída de Matheus Nunes; “aziada” por outros, eu diria azarada, para um começo em que o Sporting já teve tudo, Empate, Victória, Derrota, cartões encarnados, expulsão, não é um começo feliz, mas ainda há muito para jogar, sofrer, contar, enfim ainda há muita tinta para correr, a “Procissão está agora a começar a sair do adro”.

Leave a Reply

Back to top button